domingo, 25 de julho de 2010

Por que eu amo?

Porque dela eu herdei a mania de ler coisas, muitas coisas, mesmo que não fossem para a minha idade. 

Porque ela me apresentou os livros sem figuras.

Porque dela eu herdei minha curiosidade e meu gosto por perguntas e respostas, e passei muitas tardes da minha infância decorando as respostas do Master.

Porque dela eu herdei o gosto por novidades.

Porque dela eu herdei minha vontade de fazer poesia com graça, até pra que as pessoas lavassem os pratos na casa de praia.

E dela, também, herdei a capacidade de me interessar por coisas novas (que podem ser calcinhas, empadas, sorvetes, sonhos, conjuntos de tactel, blusas de plush, biscuits) e a mesma capacidade de me desinteressar, buscando a próxima fase.

Porque como ela, eu amo meus aniversários.

E porque, com ela, eu aprendi a construir casas de bonecas feitas inteiramente de sucata, e me convenci que estas casas eram muito, mas muito mais bonitas que qualquer casa da Barbie.

Porque, por causa das histórias dela, eu aprendi a ouvir histórias de olhos fechados e a sonhar com minhas próprias histórias. E aprendi que havia muitas histórias para serem contadas, além das dos filmes da Disney. E que, sim, dá pra amar todas as histórias.

Porque ela me ensinou uma música que deprecia todas as avós, e acha a maior graça do mundo nisso.

Porque ela é minha madrinha.

Porque ela é jovem, e sabe gravar cds, e baixar músicas e conversar no messenger e mandar emails. E sabe todos os placares de todos os jogos - da Copa e do brasileirão, além das notícias do Terra e do Globo.com.

Porque ela lê meu blog, e palpita.

Porque ela não julga as pessoas, e sabe ver o lado bom das coisas.

Porque ela ainda anda de bicicleta.

Porque ela me fez entender (e me faz ver) que há amigas que são pra vida inteira e que, essas amigas, a gente vai chamar de "meninas"pra sempre, independentemente de quantos anos a gente tenha. 

Porque ainda ontem chorei de saudades...

Porque eu amo, amo, amo.

E porque eu tenho a certeza que a minha é a MELHOR vó do mundo. Além de ser o máximo, é claro.

Te amo, bonitinha!!! Parabéns pelo seu dia.

Beijocas, 

Laurinha


6 comentários:

Ana disse...

Que lindo!

marinafavato disse...

:)

Que linduuuuuuuuuuu

Alguém. disse...

Lindo, lindo, lindo! :)

Alice Mânica disse...

Laura, amei o post! Não sei se foi pela coincidência de minha avó também ser minha madrinha, ou se porque a minha avó também tem tentado se manter "conectada" para falar com as filhas que moram longe, ou por tantas férias de infância passadas na casa dela, das quais tenho excelentes lembranças. Mas também amo minha avó e aproveito o seu post para desejar um feliz dia para ela e para todas as vovós lindas que vão ler esta mensagem!!!
beijos,
Alice

Barbara disse...

Finalmente atualizou!
E com um texto liiiiiindo... Aposto que sua vó ficou mega orgulhosa!!

Júlia disse...

Que lindoooo, Laura! Fiquei com vontade de conhecer a sua avó!
Beijoooos!