domingo, 17 de janeiro de 2010

A distância ou à distância

Ficar longe é uma coisa engraçada.

O skype (Deus abençõe o criador do Skype!) e o msn e toda a parafernália tecnológica que hoje existe ajudam a despistar a saudade. Ajudam a gente a sentir que está pertinho, mas, na verdade, a gente não está. E por mais que seja como estivesse, não é bem assim.

Desde pequena, eu (e acho que muita gente) gosto de ver com as mãos. Do tipo que a mãe tem que ficar lembrando: a gente vê com os olhos, filha. Fato é que eu gosto de pegar as coisas (as coisas e as pessoas, mas não no sentido sexual da pegação). Sentir o peso, a textura, a presença. Eu gosto de encostar pra saber que é de verdade.

Esses dias, fiquei pensando que, tantas vezes, a gente dá conselhos para as amigas e fala: é porque de fora a gente tem uma visão mais precisa, mais racional das coisas. Ou a gente solta: eu sei que quando vc está dentro do relacionamento, não percebe as coisas direito, mas eu estou vendo tudo...

Daqui da Escócia, às vezes, me sinto um pouco distante, de fora. A distância faz com que a gente acompanhe a vida dos que a gente ama à distância. 

Eu sei que, de fora, a gente vê as coisas de uma maneira mais completa, a gente percebe todas as nuances, mas, mesmo assim, tem dias que eu preferia estar "de dentro" e "de perto".

E acho que é por isso que eu estava a tanto sem postar. Eu sento aqui e fico um pouquinho triste, sabe? Fico com saudade dessa alegria agitada que é ser a Bonitona Encalhada ai, pertinho de tantas outras Bonitonas Encalhadas que me entendem, na minha própria língua.

6 comentários:

Lu_menininha disse...

quando fui pros eua de intercambio, sentia muita saudade de pele. peles específicas. de sentir a pele da minha mãe, do meu pai, das minhas irmãs... conversar, ouvir a voz, ver pela webcam melhora um pouco a saudade, mas nada como sentir a pele.
bjo pra vc! boa sorte nessa escócia!

Júlia disse...

já morei uns meses em outro país e sei muito bem o que vc quer dizer... nada é igual a estar perto de verdade das pessoas que amamos... o começo é sempre mais difícil, mas depois as coisas melhoram...
boa sorte por aí! seja muito feliz!

Clarinha disse...

Quando sinto saudade, fecho os olhos, respiro fundo e bem devagar... Posso viajar bem longe e trazer pra bem perto aqueles que eu amo. Com carinho.

Cath Z Jones disse...

Saudades é bom! Bom pra gente falar tudo o que a gente sente pra quem a gente gosta. Antes que seja tarde. Antes que perdamos o contato, antes que perdamos a pessoa, seja qual for a forma. A dor, de não dizer o que sentimos na hora que tinhamos a oportunidade é muito pior, do que sentir apenas saudades! Espero que me entenda, não estou desmerecendo sua saudades, apenas comentando algo que ocorreu.

Laura disse...

Ah bonitona, fica assim não!! Pense que agora é uma nova vida, um novo caminho a seguir e que as pessoas que gostam de vc estão felizes em te ver tão realizada!! Boa sorte ai, fique bem!!

Shirley Yanez e Cris Marinho disse...

Laura, eu tô amando conhecer você. Você tá longe, mas nos teus textos eu te sinto perto, viu. Parabéns e que seja feliz sempre! Beijos, Shirley Yáñez