sexta-feira, 12 de junho de 2009

Dermatologista

Minha irmã foi a uma dermatologista nova, dia desses.
Recomendação da amiga do trabalho (a médica do convênio) com quem divide o apartamento e as pequenas aflições femininas de todo dia.
Chegando na consulta, sobre uns pêlos (ainda com acento) chatos que insistem em encravar, a médica começa a orientação:
- Olha, querida, não sei se você sabe, mas esse hábito de depilar tantas partes só é comum assim no Brasil. Na Europa, as mulheres deixam os pelos, até nas axilas. Cera quente, cera fria, é tudo muito agressivo...
Minha irmã, antevendo no que isso ia dar, interrompe:
- Olha Dra., é que eu não estou pretendo lutar contra a cultura brasileira, nem me mudar pra Europa. Então, queria um jeito de desencravar os pêlos...
A médica, resignada, continuou a consulta, recomendando gilete, exfoliantes e creminhos.
Ao chegar em casa, contou o caso pra amiga que tinha feito a indicação:
- Fui na dermatologista hoje.
- E ai, gostou?
- Médio.
- Por que?
- Ah, sei lá. Ela começou com um papo de que depilação era coisa da cultura brasileira...
A amiga engasgou no meio do copo de suco. Não conseguia parar de rir.
Minha irmã:
- O que foi?
- Nada não.
- Ah, agora conta.
- É que eu fui nessa médica quando estava com um ressecamento no rosto, lembra? Uma perebinha vermelha aqui, bem no meio da bochecha?
- Lembro.
- E a consulta começou assim: "Olha querida, não sei se você sabe, mas esse hábito de tomar banho diariamente é uma coisa da cultura brasileira. Na Europa"...

9 comentários:

Pri disse...

Caramba!!!!!!
Dermatologista pinelzinha da silva, hehehehehehehe.

Camila M. disse...

Primeiro: adorei o blog.

Segundo: Essas dermatologistas são todas doidas. Uma vez, uma dermatologista aqui em Sampa me indicou depilação à laser, mas que provavelmente não iria funcionar, pois eu era morena "escura" e a depilação só pega em morena "beeeeem clarinha" - com essa entonação. Conclusão: terei que ser peluda o resto da vida?

Laura H disse...

É porque de médico e de louco, todo mundo tem um pouco...

Lu_menininha disse...

hahahahaha
me pergunto se essa dermatologista segue a cultura européia.

Ana Claudia Lourenço disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana Claudia Lourenço disse...

hahahahahahaha ótimo post!
e que mania mais feia essa de querer comparar brasileira com européia ou americanas hein! a graça do mundo e da vida está aí mesmo: nas diferenças!
se as européias não tomam banho todo os dias e nem se depilam como as brasileiras é porque lá, no mínimo, as coisas funcionam de maneira diferente! e que bom que existem as diferenças né! hahahahahaha

Isoka disse...

Ainda bem que nasci aqui no Brasil, viva a depilação e o banho diário!rs.

Annina. disse...

Que medo dessa dermatologista.

Ainda estou à procura daquela que será a minha dermatologista para todo o sempre!

Anônimo disse...

O nome da doutora começa com T e fica numa avenida famosa de SP? Se não for, conheço uma igualzinha. E ela ainda diz q ser humano inventou de querer cheirar a flor, mas que a gente devia se aceitar e saber que cheiramos como humanos e gostarmos disso.

Abs (caí aqui pelo seu post sobre o Mr. Big. Fantástico! Depois de anos sem vê-lo, até sonhei com o "meu" Big, na mesma noite).

Dani