terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Dancinha de casamento

Já faz um tempo que está na moda os noivos fazerem uma dancinha em grande estilo, no casamento. Desde que vi pela primeira vez, achei muito lindo, muito legal, mas uma preocupação instantânea surgiu no íntimo do meu ser: sou um desastre dançarino.


Assim como dirigir, dançar não é meu forte. Fiz aulas de balé dos cinco aos nove anos e nada me restou, senão umas balançadinhas desengonçadas quando ouso beber mais de uma dose de qualquer coisa alcóolica. Salvo as coreografias da Xuxa (Lua de Cristal e Ilariê são meus melhores momentos), não consigo flutuar em pista de coisa nenhuma. Arrasto-me, embolo as pernas, piso nos pés alheios, e logo desisto.


Enfim, deparando-me com a nova exigência do protocolo matrimonial, fiquei pensando sobre como resolveria (no futuro bem bem distante em que meu matirmônio deve se realizar) o impasse. Parti, no meu mundo imaginário, para soluções criativas, como dançar a dança da cadeira, ou contratar uma professora de street dance, estilo em que eu pudesse despistar minha absoluta falta de jeito. Podia também exagerar meu não talento e transformar minha primeira dança numa caricatura de primeira dança, rodopiando do jeito que melhor me aprouvesse.


Fiz um levantamento de ritmos possíveis, e achei impossível que eu não seja minimamente bem-sucedida numa dançadinha dois prá lá, dois pra cá, desde que a música fosse uma "coisa" de tão romântica. Quem sabe "La vie en rose" fosse suficientemente linda para que os convidados se entorpecessem mais com a voz de Edith Piaf do que se entretessem com meus saracoteios desajeitados? Descartei funks e axés, pelo simples fato de não serem exatamente apropriados, apesar de a facilidade das danças auto-explicativas e pré-coreografadas ter sido aspecto bastante ponderado na minha listinha. Afinal, quer coisa mais fácil que "joga as mãos pra cima e vai descendo até o chão"? Impossível errar!


Depois de muita pesquisa, cheguei a solução: lindo, sexy, charmoso e irresistível, eis o que vou dançar no meu casamento (já comecei a ensaiar, hein!). Me digam o que acham!



8 comentários:

Rafaela Porcaro disse...

Sensacional! Acho que vc deve convocar todas as suas futuras madrinhas para a dança!

Ana Guimarães disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana Guimarães disse...

Daaaaaance with me in my world of fantasy!!

daniela disse...

Bem melhor do que a "Dança do Quadrado"!!

Barbara disse...

Isso quer dizer que vc vai ter dois noivos? Um de reserva? Ou o carinha extra é o coreógrafo que precisa dar uma força na hora??

bonitão créu disse...

Nostálgico ócio adolescente: sugiro Ronald Miller e o Ritual do Tamanduá Africano em Namorada de Aluguel - http://www.youtube.com/watch?v=bxIrQPffSIg . Pra quem gosta das séries televisivas, Dr. Derek de Grey's Anatomy há 20 anos atrás.

Thiago disse...

Laurinha,

Lendo seu blog, lembrei de uma cena memorável de dança. Acho que você poderia repensar sua dança nupcial, porque já fiquei sabendo que o Henrique anda ensaiando outra coreografia.

http://www.youtube.com/watch?v=Py5qAH7wELY

Bjo

Leonardo Delarete Pimenta disse...

Ótima escolha. Bonita, simples, charmosa e sexy.